Telephone Colorido

Coletivo

O nome completo é “Telephone Colorido Produções Imaginárias e Guerrilha”. Fundada em 1997, por Grilo e Ricardo Brandão, logo se tornou um coletivo integrado também por Fernando Peres, Jura Capela e Ernesto Teodósio. Outros cineastas e artistas colaboraram: Raoni Valle, Lourival Cuquinha, Juliana Freitas, Lia Letícia, entre outros. Foi uma das produtoras mais instigantes de Pernambuco, com filmes provocativos como Resgate Cultural. O grupo cedeu todo o acervo à Cinemateca Pernambucana, incluindo filmes experimentais e obras realizados pelo coletivo em ligação direta com direitos humanos, causas indígenas e pesquisa etnográfica em parcerias com diversas organizações como o Centro Josué de Castro, CIMI, Comissão Pastoral da Terra, OPIM, Comunidades Xucuru do Ororubá e Kambiwá.

 

FILMOGRAFIA NO ACERVO

Besouro Txubs Procura

Destruindo o Monolito

Iço – Conceição Tchubas

Terra Toré

Transposição Não

Terra Livre

Truka entre Crocodilos e Leões

No Oco da Serra Negra

Transposição Águas de Satã

Figueira do Inferno

Dhãbby da China – Conceição Tchubas

Terra Livre

Hans

Cigarrets

Ocupe Estelita Via Mar

Radio Frei Damião

Tentando e Conseguindo – Conceição Tchubas

Dirijo

Aviõesinhos de Papel

Resgate Cultural – O Filme

José Roberto: Funcionário público Telepata

Stereo

Números Doidos

Elvis

Epileptico Sonrizal

Engenho Prado – Guerra de Baixa Intensidade na Zona da Mata Norte de PE

Engenho Prado 2 – um ano depois

Fx Efectsv

Roda Grande Pasando Pela Pequena

Sangue na Água – Geladeira Metal

Symbebekos

Transformaram Vítima em Réu

Morcego

Cogu Trailer

Subaquatico

Reina Assunção, Reina Truká

Corrida Bonecos Gigantes de Olinda

Clip Loirinha

Clip Gatinha Comunista

Vinheta Janela de Cinema

Iago e Jonatas em O Morcego Bhanders

Themo e Anisio

Mongus

Lua dos Praiás

Lama Negra

BBC Olinda