Destaques

Oficina de Continuidade Audiovisual com Adelina Pontual

Estão abertas as inscrições para a oficina promovida pela Cinemateca Pernambucana “Continuidade no Audiovisual”, com a cineasta Adelina Pontual.

Desta vez, as aulas irão ocorrer totalmente online, pela plataforma Google Meet. A oficina será dividida em dois módulos, o primeiro nos dias 6, 7 e ‪8 de outubro‬ e o segundo nos dias 13, 14, ‪15 de outubro‬, sempre das 15h às 17h.

A diretora abordará tópicos relacionando continuidade com direção, montagem, decupagem e roteiro. Versará ainda sobre o trabalho no set de filmagem e estudo das cenas produzidas.

A inscrição da oficina é gratuita e pode ser feita aqui no link do formulário, até terça-feira (29).

 

Adelina Pontual

A diretora, roteirista, continuísta e mestra em comunicação Adelina Pontual é um dos maiores nomes do cinema pernambucano e já trabalhou em produções como Central do Brasil, de Walter Salles (1998), Carandiru, de Héctor Babenco (2003), Era Uma vez, Eu Verônica de Marcelo Gomes (2012), Tatuagem de Hilton Lacerda (2013), Que Horas Ela Volta, de Anna Muylaert (2015).

Dirigiu e roteirizou o longa Rio Doce/CDU e curtas-metragem como ReTratro (2012), Véio (2005), O Pedido (1999), Cachaça (1995) entre outros. Todos disponíveis aqui no portal da Cinemateca.

É Mestra em comunicação pela UFPE, com a dissertação ”Continuidade Cinematográfica e Narrativas Contemporâneas”. Formada em Comunicação Social pela UFPE e em Cinema pela Escuela Internacional de Cine y Televisión (EICTV), em Cuba, já ministrou diversos cursos de continuidade como: ”Oficina de Continuidade Cinematográfica” produzida pela Canne/Fundaj, módulo de continuidade no Curso de ”Formação Profissional para Cinema”, pelo Instituto Icuman, módulos de Assistência de Direção e Continuidade no curso regular de Cinema na  Escuela Internacional de Cine y Televisión (EICTV).