Destaques

Sessão Cinemateca exibe mostra Ivan Cordeiro

Cena do filme Convicentegil, 1982.

A Sessão Cinemateca especial deste sábado (15), apresenta curtas produzidos por Ivan Cordeiro, na Sala do Museu, em Casa Forte, às 16h, de forma gratuita. Com clássicos das produções do cinema Super-8, a sessão pretende, além de reviver este importante momento do cinema pernambucano, também apresentar este período para os novos admiradores.

Após o filme, haverá um debate com Ivan Cordeiro, diretor das obras, sobre o legado histórico do Super-8.

Sobre o diretor:

Ivan Cordeiro é produtor e diretor de audiovisual baseado em Los Angeles que usa todos os formatos, do Super-8 ao digital.  Como entusiasta da bitola super-8, Ivan Cordeiro também coordena projetos de preservação, usando escaneamento digital para fins de pós-produção, usando como base a empresa Pro8mm em Burbank, Califórnia, de Phil Vigeant, líder nessa área no mercado atual.

Sobre os filmes:

Porque Deixei de Cantar

Produzido em 1980, o filme retrata o poeta Pinto do Monteiro, de Sertânia, recitando suas poesias. Todo filme foi editado sem cortes assim como foi filmado, apenas o som foi desenhado para coincidir com o tempo das imagens,

Censura Livre

Um dos clássicos do movimento Super-8, mostra a apreensão causada pela rápida substituição dos cinemas de ruas do Recife, como o Boa Vista, Coliseu e Albatroz, por supermercados e igrejas evangélicas. Um importante registro sobre a destruição da memória nacional.

Convicentegil

Realizado em 1982, em parceria com o artista plástico Gil Vicente, a obra surgiu à partir de uma coluna do jornalista Paulo Fernando Craveiro e aborda a razão pela qual as pessoas guardam fotografias.

23rd y Union

Elaborado por meio de um projeto coletivo em 1994, chamado “A Super 8 Day in LA”, em parceria com dez cineastas que documentaram um dia na cidade e suas diversidades. O curta foi totalmente filmado em super-8 usando tanto película colorida quanto em preto e branco.

 

Ivan Cordeiro